Principal

O que não comer e beber durante os primeiros meses de amamentação

Eu só descobri que nós lactantes temos restrições alimentares quando levei minha filha em sua primeira consulta com o Pediatra dez dias após seu nascimento.(A primeira consulta acontece sempre após os sete, dez dias. Falaremos sobre isso no próximo post).

Até então, tudo o que tinha pra comer, eu mandava pra dentro. Já que amamentar dá uma baita fome!

Mas então o Pediatra de meus filhos me explicou que, alguns alimentos podiam fazer com que a cólica e os gases viessem com mais intensidade provocando mais dor e desconforto para o bebê.

Rico em proteínas e em anticorpos, não há nutriente mais completo para o bebê que o leite materno. Além de reduzir a probabilidade de seu bebê se tornar uma criança obesa, melhora a resposta imune do bebê, defende da asma e de outras infecções e, ainda, estimula o desenvolvimento do cérebro.

É importante que a mãe esteja bem alimentada durante todo o período da amamentação, pois tudo o que é ingerido nesta fase, é passado para o bebê, ajudando no seu crescimento, e podendo também, gerar alguns desconfortos.

Então eu separei para vocês alguns dos alimentos que devemos, por ora, evitar.

  1. Bebidas alcoólicas : o álcool não é indicado para quem está amamentando porque, além de diminuir a absorção dos nutrientes pela mãe, também será consumido pelo bebê, podendo deixá-lo sem fome, atrapalhando seu ganho de peso.
  2. Aspartame: alguns adoçantes são proibidos para grávidas e lactantes por oferecerem riscos ao bebê. Entre eles, está o aspartame. O ideal é que você opte por adoçar seus alimentos com produtos naturais como mel e o açúcar mascavo.
  3. Cafeína : bebidas que contenha cafeína como o café, chá preto ou mate, energéticos, refrigerantes e até mesmo o chocolate, devem ser evitados ou consumidos em pequenas quantidades. A cafeína pode deixar o bebê mais irritado e com dificuldade de dormir.
  4. Industrializados : prefira, na medida do possível, alimentos frescos e naturais. Industrializados são cheios de produtos químicos com conservantes, corantes e estabilizantes.
  5. Alimentos que causam gases : feijão, brócolis, couve-flor, repolho, batata doce e molho de tomate, entre outros, são alimentos que provocam gases intestinais, e por isso não devem ser consumidos todos de uma única vez.

É importante que você fique atenta às reações que seu filho terá em cada mamada após você consumir esse tipo de alimento. Se perceber que ele apresenta muitas cólicas, talvez seja necessário evita-los no período de amamentação.

Lembre-se, seu filho é o que você come! ♥️

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *