Principal

Como fazer meu filho comer legumes e verduras?

Que mamãe nunca se pegou chorando toda vez que o prato do filho ficava a mesa ainda cheio por causa de um legume ou uma verdura?

Hoje faço um post rápido e curto com algumas ideias de como introduzir legumes na alimentação de seu filho.

Verdade seja dita, eu já passei por isso várias vezes. Era um sufoco fazer com que qualquer um de meus filhos comesse o que eu colocasse no prato. Nem a base de ameaças, eles comiam. Os horários das refeições eram os piores. Era estressante e bastante turbulento.

Até que eu me dei conta de que nada disso precisaria acontecer. Não precisava de choros (nem meu, nem deles), de gritos, ameaças e principalmente, o horário do almoço e do jantar, podia ser calmo, tranquilo e agradável.

Comecei a mudança pelo feijão. Escolhi uma marca que cozinhasse bem e ficasse cremoso. Depois disso, foi fácil esconder qualquer tipo de legume no meio. Pronto! Eles não precisavam saber o que tinha ali junto ao feijão, eles só precisavam comer. E assim foi!

Feijão cremoso com beterraba e inhame!

Depois foi a vez do arroz. Se eu conseguisse mudar o arroz com o feijão, e os fizesse comer, já me dava por satisfeita. Pois essa dupla está presente em minha mesa todos os dias. Literalmente!

Comecei com a cenoura, porque como o arroz é branquinho, seria difícil esconder os legumes no meio… então optei por cenouras raladas. Sempre faço com muitas cenouras, por serem raladas e cozidas, a proporção diminui muito. Então, abuse!

O modo de preparo é sempre o mesmo: refogue o alho, a cebola, a salsa e a cebolinha. Depois misture o arroz e por último a cenoura ralada. Pronto! No prato do seu filho já terá a cenoura, a beterraba e o inhame!


Sempre faço com muitas cenouras, por serem raladas e cozidas, a proporção diminui muito. Então, abuse!

Outras opções para o arroz, são o brócolis e a beterraba. Mas talvez, você precise de mais calma e paciência ao adicionar esses, pois as cores podem assustar os pequenos. Lembre-se que, quanto mais ralado ou pequeno for o corte, com mais facilidade seu filho vai aceitar.


Lembre-se que, quanto mais ralado ou pequeno for o corte, com mais facilidade seu filho vai aceitar.
O arroz de beterraba tem uma cor linda. Fora a cor, a beterraba bem raladinha, quase não aparecerá no arroz.

Outras opções são as panquecas de couve e de espinafre. Basta bater no liquidificador junto com a massa as folhas de couve ou de espinafre e rechear de acordo com o gosto da criança. Uma opção de recheio é a de patinho moído com cortes bem pequeninos de berinjela e abobrinha.

Panqueca de espinafre
Panqueca de couve
Patinho moído com abobrinha, berinjela e cenoura.

Agora eu vou dar duas dicas de purê! Os meus favoritos! Purê de batatas com ervilhas e purê de couve-flor! Você pode adicionar cheiro verde, queijo parmesão, milho verde… a garotada vai adorar!

Purê de batatas ou de couve-flor.

Hoje esse post foi feito para te ajudar com a criançada na mesa. Eu sei o quanto é difícil fazer com que eles comam os alimentos necessários. Eu já passei por muito perrengue, até aprender a “esconder” os legumes. Hoje em casa não tem mais choro, nem o comer obrigado. Onde eu posso, vou adicionando os legumes. Na farofa de ovos, no bolinho de arroz, na macarronada, no molho de salsicha…

Eu juro que com o passar do tempo, vai ficando cada vez mais fácil. Não desanime e não desista. Lembre-se que você é o exemplo, tenha sempre presente no seu prato legumes e verduras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *