Principal

Amamentação para mães de primeira viagem

Vários estudos sugerem que a duração da amamentação da espécie humana seja, em média, de dois a três anos, idade em que costuma ocorrer o desmame naturalmente.(KENNEDY, 2005)

A Organização Mundial da Saúde,(OMS) e o Ministério da Saúde recomendam aleitamento materno exclusivo por 6 meses e complementado até os dois anos ou mais.

Amamentar traz benefícios não somente para o bebê mas também para a mamãe. O leite materno é completo e equilibrado, atendendo a todas as necessidades do bebê, fácil de ser digerido, provocando menos cólicas, ajuda no sistema imunológico da criança prevenindo doenças, alergias e obesidade. Protege e prepara o intestino do bebê, aumenta o vínculo entre mãe e filho, previne anemia. A sucção ajuda no desenvolvimento da arcada dentária, ajuda no desprendimento da placenta, fazendo o útero voltar ao seu tamanho normal, protege a mãe contra o câncer de mama e ovário, ajuda a emagrecer, pois consome até 800 calorias por dia.

Além de ser de graça, natural e prático!

Não há vantagens em se iniciar os alimentos complementares antes dos seis meses.

Fora todos os benefícios que o aleitamento materno traz para mãe e bebê, há alguns cuidados que precisamos ter com os nossos mamilos. Sobretudo, as mães de primeira viagem.

Amamentar é lindo e gratificante. Mas muitas mães acabam por descobrir que a realidade é bastante diferente nos primeiros dias. As mudanças nos seios e mamilos acontecem durante a gravidez. Ficam maiores e mais sensíveis.

Quando o seu recém nascido começa a mamar, cria pressão e sucção como nunca sentiram antes ( especialmente se você for mãe de primeira viagem).

Seu bebê pode mamar até treze vezes por dia e algumas dessas mamadas, podem demorar até uma hora. O mamilo pode ficar muito dolorido, ressecado e por vezes até sangrar. Se isso acontecer, procure uma consultora em aleitamento ou especialista em amamentação.

Lembre-se de sempre direcionar o mamilo junto com a aréola quando o bebê for abocanhar o mama, assim ele não vai sugar somente o mamilo, evitando dores maiores, rachaduras e possível sangramento.

Após as mamadas é sempre bom colocar o bebê em uma posição mais verticalizada para ajudá-lo a arrotar. Lembre-se que quanto mais correto for a pegada do bebê no seio na hora da mamada, menos ar eles engolem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *